Simpósio On-line de Biotecnologia
13 a 15 de abril






O Evento

Simpósio On-line de Ciência, Tecnologia e Inovação em Biotecnologia.
Sexto evento na área de biotecnologia promovido pelo Instituto Vital Brazil.

 

Notícias

Clique aqui e confira as últimas notícias sobre o evento.

Apresentações

Veja aqui as apresentações disponibilizadas pelos palestrantes.

Programação

Confira a programação completa do evento.

Simpósio On-line de Ciência, Tecnologia e Inovação em Biotecnologia

Sexto evento na área de biotecnologia promovido pelo Instituto Vital Brazil.

Objetivo

Promover o compartilhamento de informações e a construção de conhecimento através de debates com foco no desenvolvimento de fármacos, nos estudos sobre venenos animais e sobre a importância dos Núcleos de Inovação Tecnológica, e ainda no desenvolvimento do soro anticovid19 pelo Instituto Vital Brazil e parceiros.

Data

O evento acontecerá nos dias 13, 14 e 15 de abril de 2021.



Horário

Todos os dias, das 14 às 17 horas.

Programação

Confira abaixo a programação completa do evento:

13/04 TERÇA-FEIRA

14h: Abertura – Marcia Antunes (Diretora Industrial do Instituto Vital Brazil) - www.youtube.com/watch?v=OoiQeDhMNQw

14h30: O papel dos NITs na biotecnologia - Ana Claudia Oliveira (ABIFINA) - www.youtube.com/watch?v=xSykZGZZg-4

15h: O acesso ao patrimônio genético e a biotecnologia - Danilo Ribeiro de Oliveira (UFRJ) - www.youtube.com/watch?v=mKl-WZjohM4 

15h30: Ações Estratégicas em Ciência, Tecnologia e Inovação - Marcelo Morales (MCTI) - www.youtube.com/watch?v=ha78XVUHY3U

14/04 QUARTA-FEIRA

14h:  A Synthetic Metalloproteinase Inhibitor Derivative From Natural Naphthoquinones - Paulo Melo (UFRJ) - www.youtube.com/watch?v=jhD3Ot3tg-E

14h30:  Rattlesnake venom components in the control of experimental autoimmune encephalomyelitis: immunomodulatory properties potentiated by silica Sba-1 - Gisele Picolo (Instituto Butantan) - www.youtube.com/watch?v=9qIEkevfWXw

15h:  Biotecnologias da reprodução animal e sua aplicação na saúde humana - Angelo Burla (UENF) - www.youtube.com/watch?v=n32eqeVj1Co

15h30:  Peptídeos Naturais e Sintéticos Derivados de Peçonhas de Aracnídeos, como Fontes de Novos Fármacos - Maria Elena de Lima (Instituto de Ensino e Pesquisa da Santa Casa de Belo Horizonte) - www.youtube.com/watch?v=3rkfvjNg4GE

15/04 QUINTA-FEIRA

14h: Vacina de spray nasal para a COVID-19 - Marco Antonio Stephano (USP) - www.youtube.com/watch?v=nzdEJdJnqiU

14h30: Mesa Redonda: Desenvolvimento dos soros, vacinas e medicamentos para combate à Covid-19 - Luis Eduardo Ribeiro da Cunha (Instituto Vital Brazil), Marcelo Strauch (Instituto Vital Brazil), Tulio Lima (UFRJ), Jerson Lima (UFRJ)  (+ encerramento) - www.youtube.com/watch?v=VVbjR-Oqn2U

16h30: Encerramento - Marcelo Strauch (Instituto Vital Brazil) - www.youtube.com/watch?v=VVbjR-Oqn2U

Inscrições

Participe!
Clique aqui e faça sua inscrição gratuita on-line.

Palestrantes

Conheça os palestrantes que vão participar do Simpósio:

Ana Claudia Dias de Oliveira

Doutora em Biotecnologia Vegetal pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Bióloga formada pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), tem experiência nas áreas de Biotecnologia, Propriedade Intelectual, Inovação, e Biodiversidade. Atualmente, é consultora autônoma de entidades e empresas como Fiocruz, CBPF, INT, LNCC, CETEM, UFRJ, Phytobios, Centroflora, entre outras, e professora colaboradora no Curso de Especialização em Gestão da Inovação da Fiocruz.

Angelo José Burla Dias

Doutor em Biociências e Biotecnologia pela Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF). Formado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa, é professor associado da UENF com experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Biotecnologia da Reprodução, atuando principalmente nos seguintes temas: bovino, produção in vitro de embriões, criopreservação de sêmen e embriões

Danilo Ribeiro de Oliveira

Doutor em Química de produtos naturais pela UFRJ. Formado em Farmácia Industrial, atualmente é professor associado da Faculdade de Farmácia da UFRJ e professor permanente dos Programas de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da mesma universidade, onde atua também como Coordenador de Biodiversidade.

Gisele Picolo

Doutora em Farmacologia pela Universidade de São Paulo (USP). Formada em Biologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, atualmente é pesquisador científico do Instituto Butantan e Diretora do Laboratório Especial de Dor e Sinalização. Atua, ainda, como pesquisadora principal do Centro de toxinas, resposta-imune e sinalização celular da FAPESP, e como pesquisadora colaboradora do Centro de excelência na descoberta de novos alvos moleculares (CENTD), uma parceria entre o Instituto Butantan, a FAPESP e a Farmacêutica GlaxoSmithKline.

Jerson Lima Silva

Doutor em Biofísica pelo Instituto de Biofísica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professor Titular do Instituto de Bioquímica Médica da UFRJ desde 1997, é pesquisador bolsista 1A do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), membro da Academia Brasileira de Ciências, da The World Academy of Sciences e da Academia Nacional de Medicina. Desde janeiro de 2019 é presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ).

Luis Eduardo Ribeiro da Cunha

Doutor em Medicina Tropical pelo Instituto Oswaldo Cruz/FIOCRUZ. Graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Fluminense (UFF), é membro da Academia de Medicina Veterinária do Estado do Rio de Janeiro e da Comissão Estadual de Ética, Bioética e Bem Estar Animal. Atualmente, é pesquisador do Instituto Vital Brazil.

Marcelo Abrahão Strauch

Doutor em Farmacologia e Química Medicinal pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Formado em Medicina Veterinária pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (Uniderp), realizou pós-doc no Instituto Vital Brazil e no Instituto de Ciências Biológicas da UFRJ. Atualmente, é pesquisador do Instituto Vital Brazil e sócio da startup Brazil Biotech.

Marcelo Morales

Doutor em Ciências Biológicas pela UFRJ. Diretor do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Brasil (CNPq), é Professor Associado da UFRJ e atual Secretário de Estado de Pesquisa e Formação Científica do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações (MCTI).

Marcia de Souza Antunes

Doutora em Ciências em Gastroenterologia pela Faculdade de Medicina da USP. Farmacêutica Industrial, graduada pela UFF. Possui especialização em Farmácia Industrial pela UFF. Mestre em Patologia Clínica pela UFF, com MBA em Marketing pela FGV. Atualmente, é Diretora Industrial do Instituto Vital Brazil.

Marco Antonio Stephano

Doutor em Tecnologia Bioquímico-Farmacêutica pela Universidade de São Paulo (USP). Formado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), foi Pesquisador Científico do Instituto Butantan, desenvolvendo trabalhos de cunho tecnológico para o desenvolvimento de soros e vacinas. Atualmente, é professor do Departamento de Tecnologia Bioquímico-Farmacêutica da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo, com foco em pesquisas no desenvolvimento de processos em soros e vacinas, validação de processos biotecnológicos e de controle de qualidade de produtos biológicos, entre outros.

Maria Elena de Lima Perez Garcia

Doutora em Neurociências pela Université D'Aix Marseille II. Tem experiência na área de Farmacologia, com ênfase em Farmacologia Bioquímica e Molecular, atuando principalmente nos temas venenos de artrópodes, com ênfase em peptídeos com atividade anti-microbiana, com possíveis aplicações em saúde e biotecnologia. Atualmente, é membro do Conselho da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular e professora e pesquisadora do Instituto de Ensino e Pesquisa da Santa Casa de Belo Horizonte.

Paulo de Assis Melo

Doutor em Ciências Biológicas pela UFRJ. Médico formado pela Faculdade de Medicina de Campos, atualmente é professor titular da UFRJ-Campus Macaé, atuando com pesquisas em desenvolvimento de novas substâncias e de modelos experimentais e farmacologia de peçonhas (Toxinologia), estudo de antagonistas de toxinas de animais e plantas e uso de Policationtes citotóxicos naturais de peçonhas no desenvolvimento de fármacos e novas substâncias planejadas anticitotóxicas.

Tulio Lima

Formado em Engenharia de Bioprocessos e possui especialização em Biotecnologia Farmacêutica pela COPPE/UFRJ.

Atualmente é doutorando do programa Engenharia de Processos Químicos e Bioquímicos da UFRJ.

Apresentações

Após cada dia de palestra, as apresentações serão disponibilizadas aqui. Aguarde!

Resumos

Confira abaixo as regras para submissão dos resumos.


Prazo para submissão de resumos prorrogado para o dia 24 de março de 2021.

Divulgação dos resultados da submissão para os autores:  31 de março de 2021, no site do evento.

Publicação dos resumos aprovados:  13 de abril de 2021, no site do evento.


Veja aqui a lista dos resumos aprovados.


Faça o download dos resumos.



  • I - ORGANIZAÇÃO DO RESUMO:

    O resumo precisa representar uma contribuição científica e deve ser redigido em português, inglês ou espanhol com fonte arial 12, espaçamento entre linhas 1,5, conforme as regras abaixo:

    a) Título e autores:

    O título deve expressar exatamente o conteúdo do resumo, limitado a 200 caracteres (incluindo os espaços). Palavras como "aspectos", "generalidades" ou outras, que não definam objetivamente o assunto do resumo, devem ser evitadas. Nomes científicos devem ser digitados em itálico. O nome completo dos autores deve estar acompanhado de suas respectivas instituições de vínculo (número de referência sobrescrito), seguido do endereço de correspondência do autor.

    b) Texto:

    O texto deve conter no mínimo 350 e no máximo 400 palavras, em formato justificado. Os autores deverão obedecer a uma escrita clara e objetiva, iniciada pela definição do tema tratado, objetivos do estudo, métodos, resultados e conclusões.

    c) Palavras-chave:

    No máximo cinco, separadas por vírgulas. Evitar palavras presentes no título.

    d) Financiadores (campo não obrigatório):

    Indicar agentes financiadores da pesquisa, se houver.

    Para mais informações, entre em contato com o Centro de Estudo e Aperfeiçoamento do Instituto Vital Brazil: biotecivb@gmail.com


    II - SUBMISSÃO DO RESUMO:

    - A inscrição dos resumos é gratuita e estará liberada somente após a realização da inscrição no evento.

    - Cada inscrito poderá submeter um resumo como primeiro autor, mas poderá participar como coautor de outros resumos.

    Atenção:


    · Não serão aceitos resumos fora do prazo. Recomendamos, assim, que o envio seja efetuado com antecedência.

    · O resumo deve ser enviado para o e-mail biotecivb@gmail.com em formato PDF.

    · A decisão sobre o aceite do(s) resumo(s) será divulgada no site do evento.

    · A submissão do resumo deve estar incluída em uma das sessões temáticas abaixo:

    1. Núcleos de inovações tecnológicas e seu papel na biotecnologia.

    2. Patrimônio genético na biotecnologia.

    3. Novos fármacos (não relacionados à Covid-19).

    4. Biotecnologia animal.

    5. Ações no combate à Covid-19.


    III - APRESENTAÇÃO DO TRABALHO

    - Os 3 (três) melhores resumos terão os trabalhos apresentados em formato de vídeo.

    - O vídeo deverá ter até 10 minutos, gravado de acordo com as recomendações abaixo e com o resumo do trabalho conforme os critérios acima descritos.

    Elaboração do vídeo

    Equipamento e cenário

    Preferencialmente, use o celular ou câmera que você tenha familiaridade e que conheça bem as funções. É importante que utilize uma base para evitar a instabilidade da imagem, por exemplo, um tripé, ou algum objeto que possa servir como suporte. Opte por um ambiente em que você se sinta confortável para ser usado como cenário. O local escolhido para gravação deverá ser claro ou permitir iluminação.

    Áudio e iluminação

    O ambiente de gravação não deve permitir ruídos. Um bom áudio é importante para melhor compreensão do conteúdo a ser apresentado. Caso você use celular, estes já possuem microfones com redução de ruídos. Porém, os microfones acoplados aos fones de ouvidos costumam captar áudio com maior qualidade e são recomendados para gravar seu vídeo. O local escolhido deve estar bem iluminado. Atenção às sombras no rosto. Se possível, aproveite a luz solar. Gravar durante o dia é uma boa opção para aproveitar a luz ambiente.

    Enquadramento

    Posicione-se de forma que possa aparecer de corpo inteiro ou em ângulo que capte apenas da cintura para cima. Atenção para que o enquadramento não corte braços e/ou joelhos. Se desejar inserir texto ou imagem, posicione-se em um dos lados da tela (sugestão: lado direito). Se estiver usando celular, posicione-o sempre na horizontal, pois esse enquadramento é a melhor opção para ser postado com qualidade em qualquer rede social, caso necessário, e em outras plataformas.

    Edição

    Se necessário, é possível realizar a edição dos vídeos pelo celular, por meio de aplicativos, ou em computadores, usando softwares específicos para a edição. Existem opções de programas para iniciantes, softwares simples e gratuitos, por meio dos quais é possível alcançar bons resultados.

    É importante excluir as partes não relevantes do conteúdo. É possível incluir letterings, ou seja, cartelas e rótulos, com informações que queira destacar, dentre outros recursos que podem ser utilizados para tornar o seu vídeo mais dinâmico e interessante. Após editado, o ideal é que você exporte o vídeo em arquivo MP4, usando a configuração 1080p com 30fps (frames por segundo).