Política da Qualidade

O Instituto Vital Brazil se compromete a promover a melhoria contínua da qualidade de seus produtos e serviços, por meio do desenvolvimento de novas tecnologias, da qualificação permanente de seus colaboradores, para ultrapassar a expectativa de seus clientes, com responsabilidade e consciência.

Garantia da Qualidade

A Garantia da Qualidade é o conjunto das ações sistemáticas necessárias para assegurar com confiança que um produto ou serviço cumpre seus requisitos de qualidade (*legislação de Boas Práticas de Fabricação de Medicamentos).

    Veja mais Fotos:    1   2   3   4  

A Garantia da Qualidade, no Instituto Vital Brazil, é responsável pela implementação e gerenciamento do Sistema da Qualidade. Engloba atividades como especificações de materiais e produtos necessários à Produção e Controle, atualização da documentação técnica, estudos de estabilidade de produtos, qualificação de fornecedores, de pessoal e de equipamentos, validação de processos, sistemas, utilidades e auditorias de processos, entre outras. Também é responsável pela farmacovigilância e assuntos regulatórios no que se refere aos processos de registros de produtos e outras ações junto aos órgãos reguladores, tais como, Anvisa, Suvisa e Polícia Federal.

Controle da Qualidade

O Controle da Qualidade tem a função de analisar todas as fases e processos produtivos dos medicamentos, bem como as matérias-primas que compõem o medicamento, os materiais de embalagem onde os mesmos serão acondicionados, ar ambiente e materiais de limpeza utilizados durante o processo de fabricação dos produtos do Instituto Vital Brazil. Essas análises são feitas por amostragem seguindo a legislação vigente (Farmacopeia).

Soros: O Instituto Vital Brazil encaminha o soro analisado e aprovado à Central de Armazenamento e Distribuição de Insumos (Cenadi). Cada lote do soro, liberado pelo Instituto Vital Brazil, tem uma parte enviada ao Instituto Nacional de Qualidade em Saúde (INCQS) para ser analisada. O laudo emitido pelo INCQS vai para o Ministério da Saúde que, então, libera o lote para ser distribuído, pelo Cenadi, aos hospitais públicos da rede.

Medicamentos: O Controle da Qualidade do Instituto analisa, também, os medicamentos fruto das Parcerias de Desenvolvimento Produtivo (PDPs). A análise da rivastigmina é feita em todas as etapas, desde a matéria prima, reagentes, embalagens, produto a granel e blisterizado. Já o imatinibe, por ser um oncológico, necessita de área específica para análise que, atualmente, é feita pela empresa T&E Analítica (SP). Nossa área de controle da qualidade já tem um projeto e passará por adaptação para passar a fazer a análise do produto.